Novas receitas

Vermont Brewers Festival: 15 a 16 de julho de 2011

Vermont Brewers Festival: 15 a 16 de julho de 2011

Você não pode contestar o slogan do festival: “Estado pequeno. Big Beer. ”

Situado ao longo da exuberante orla verde de Burlington, Vermont, você encontrará uma série de fabricantes de cerveja artesanais e os bebedores que os amam celebrando o Festival Brewers de Vermont.

Agora em seu 19º ano, o festival reúne fabricantes de cerveja artesanal locais, como o Alquimista Pub e Cervejaria, Arpão, Magic Hat Brewing Co., e Otter Creek, entre muitos outros, ao lado de restaurantes locais tão amados como Pão achatado americano, Empanadas da Ana, e fabricante de queijos local Mt. Mansfield Creamery.

Não teríamos nenhum problema em nos amontoarmos ao redor da tenda “Conheça o Cervejeiro” para combinações de cerveja e queijo, combinações de cerveja e chocolate, um workshop sobre fabricação de cerveja sustentável e uma palestra sobre o processo de fabricação de cerveja lager. Como o festival tem apenas dois dias de fanatismo por cerveja, aproveite a vantagem de estar em Vermont para fazer um tour pós-festival na Magic Hat Brewing Co. ou reserve para New Hampshire para um tour na Portsmouth Brewing.


The Epicurious Blog

Como qualquer Vermonter - ou qualquer pessoa que já pôs os pés no idílico Green Mountain State, aliás - pode atestar, Vermont é um lugar fabuloso. Além de sua abundância de cidades com torres brancas de contos de fadas, pastagens bucólicas salpicadas de ovelhas, riachos claros balbuciantes e outras cenas lindas de Currier e Ives dignas de acreditar e apostar na verdade, Vermont também oferece uma vergonha de riquezas para o entusiasta da comida. Aqui estão algumas razões pelas quais nós da Epicurious o amamos.

Os Vermonters são pioneiros em alimentos e visionários. A volta ao movimento pela terra, sustentabilidade, locavorismo e, agora, talvez a rotulagem de OGM. Os Vermonters estavam fazendo isso muito antes de qualquer outra pessoa. E, de acordo com o Índice Locavore de 2013, há mais CSAs e mercados de produtores per capita aqui do que em qualquer outro estado. Até mesmo seus hospitais estão comprometidos em servir alimentos locais, sustentáveis ​​e saudáveis.

Vermont é para os amantes (de queijo). Embora Vermont seja bem conhecido por produzir alguns dos melhores cheddars do mundo (gostaríamos de saber como deixar você, Cabot Clothbound Cheddar), seus talentosos produtores artesanais de queijo elevaram a fasquia para o resto do país em uma ampla variedade de estilos de queijo . Alguns de nossos favoritos incluem o supernal creme de leite misturado (vaca e cabra) duplo Cremont da Vermont Butter & amp Cheese, Twig Farm & aposs leite de cabra cru semi-firme envelhecido Tomme, Jasper Hill & aposs com casca amanteigada florida pasteurizado leite de vaca Moses Sleeper e a Tarentaise de estilo alpino (leite de vaca cru envelhecido) da Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, é o lar do Rei Arthur Farinha. O segundo maior fabricante de farinha dos Estados Unidos é um modelo vivo de responsabilidade social. Uma corporação B certificada, a King Arthur é 100 por cento controlada por funcionários e se dedica a minimizar seu impacto ambiental, apoiando os negócios americanos e produzindo produtos de alta qualidade, como farinha de trigo mole com fermento, que muitos sulistas afirmam combinar, se não ultrapassar seu amado White Lírio.

Claro, temos que mencionar os ícones de Vermont Ben & amp Jerry. A dupla de sorvetes com consciência social pioneira fundou uma empresa que oferece um sorvete muito bom com alguns dos sabores mais satisfatórios - e apelativos (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!) - do mercado. Além disso, os passeios em suas instalações em Waterbury são ridiculamente divertidos.

Vermont tem ótimos restaurantes. Sempre que fazemos a jornada de Nova York, nos deparamos com este enigma: café da manhã no característico e criativo Blue Benn de Bennington (torrada de pão de milho, rosquinhas de canela grelhadas) ou Chelsea Royal Diner ensolarado em West Brattleboro & aposs (café da manhã em frigideira Cajun)? Normalmente dividimos a diferença e paramos em ambos.

Você pode visitar pequenas fazendas fabulosas. Algumas das fazendas trabalhadoras que participam da rede Vermont Cheese Trail estão abertas aos visitantes, permitindo excelentes oportunidades para assistir à fabricação de queijos, encontrar os fazendeiros, misturar-se com animais adoráveis ​​e comprar queijo, é claro. Adoramos parar em Blue Ledge e Consider Bardwell, e não nos cansamos dos filhotes de cabras alpinas francesas da Fat Toad - fabricantes de caramelo de leite de cabra de dar água na boca - na primavera. (Verifique os sites da Web para obter informações sobre visitas.)

Vermont & aposs tem duas atrações agrícolas excelentes para crianças: Billings Farm & amp Museum e Shelburne Farms. Shelburne é uma propriedade de 1.400 acres com áreas projetadas por Frederick Olmsted, trilhas para caminhada e atividades infantis como ordenha de vacas e cabras, fiação de lã e coleta de ovos. Em Billings, explore a história agrícola de Vermont por meio de exibições interativas, visite animais em passeios de carroça e participe de programas como batedeira de manteiga e fabricação de sorvete. Pura diversão country!

Hardwick é a marca & quotTown That Food Saved. & Quot A antiga cidade de granito no Reino do Nordeste é um modelo do que pode acontecer quando negócios com ideias semelhantes - produtores de sementes, produtores de vegetais como Pete & aposs Greens, produtores de queijo como Jasper Hill e Claire & aposs, um dos primeiros restaurantes apoiados pela comunidade no país - se reúnem para construir uma economia local vibrante e sustentável.

Que outro estado pode se orgulhar de um passeio anual de Heiffers? Nenhum! O evento de junho de Brattleboro & aposs é uma experiência quintessencial em Vermont, uma celebração da comida local e fazendas com um desfile de cabras, galinhas, lhamas, porcos e, é claro, vacas. Além disso, existem palhaços.

Duas palavras: xarope de bordo. Apesar dos assaltos e das preocupações com as mudanças climáticas, o negócio do xarope de bordo está crescendo, e Vermont está liderando o grupo nos EUA, arrecadando mais de $ 40 milhões no ano passado. Além disso: é delicioso.

E falar de uma boa cerveja. Existem cervejarias de primeira linha (Magic Hat, The Alchemist e Hill Farmstead Brewery, recentemente eleita a melhor cervejaria do mundo, para citar apenas algumas), excelentes cervejarias artesanais (Blackback Pub, Three Penny Taproom) e muita diversão bares après-ski. Com mais cervejarias per capita do que qualquer outro estado, os Vermonters sabem o que está acontecendo.

Finalmente, seus restaurantes. Algumas experiências gastronômicas favoritas: Waterbury & aposs Hen of the Wood (em breve: um posto avançado de Burlington). Montpelier & aposs Salt Cafe. Simon Pearce de Quechee e aposs. Perkinsville & aposs Inn at Weathersfield (uma pousada gastronômica aconchegante e elegante). Seixo único de Burlington & aposs. West Glover & aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

Como qualquer Vermonter - ou qualquer pessoa que já pôs os pés no idílico Green Mountain State, aliás - pode atestar, Vermont é um lugar fabuloso. Além de sua abundância de cidades com campanários brancos de contos de fadas, pastagens bucólicas salpicadas de ovelhas, riachos límpidos e outras cenas dignas de Currier e Ives, posso acreditar e apostatar-realmente-que-lindo, Vermont também oferece uma vergonha de riquezas para o entusiasta da comida. Aqui estão algumas razões pelas quais nós da Epicurious o amamos.

Os Vermonters são pioneiros em alimentos e visionários. A volta ao movimento pela terra, sustentabilidade, locavorismo e, agora, talvez a rotulagem de OGM. Os Vermonters estavam fazendo isso muito antes de qualquer outra pessoa. E, de acordo com o Índice Locavore de 2013, há mais CSAs e mercados de produtores per capita aqui do que em qualquer outro estado. Até mesmo seus hospitais estão comprometidos em servir alimentos locais, sustentáveis ​​e saudáveis.

Vermont é para os amantes (de queijo). Embora Vermont seja bem conhecido por produzir alguns dos melhores cheddars do mundo (gostaríamos de saber como deixar você, Cabot Clothbound Cheddar), seus talentosos produtores artesanais de queijo elevaram a fasquia para o resto do país em uma ampla variedade de estilos de queijo . Alguns de nossos favoritos incluem o supernal creme de leite misturado (vaca e cabra) duplo Cremont da Vermont Butter & amp Cheese, Twig Farm & aposs leite de cabra cru semi-firme envelhecido Tomme, Jasper Hill & aposs com casca amanteigada florida pasteurizado leite de vaca Moses Sleeper e a Tarentaise de estilo alpino (leite de vaca cru envelhecido) da Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, é o lar do Rei Arthur Farinha. O segundo maior fabricante de farinha dos Estados Unidos é um modelo vivo de responsabilidade social. Uma corporação B certificada, a King Arthur é 100 por cento controlada por funcionários e se dedica a minimizar seu impacto ambiental, apoiando os negócios americanos e produzindo produtos de alta qualidade, como farinha de trigo mole com fermento, que muitos sulistas afirmam combinar, se não ultrapassar seu amado White Lírio.

Claro, temos que mencionar os ícones de Vermont Ben & amp Jerry. A dupla de sorvetes com consciência social pioneira fundou uma empresa que oferece um sorvete muito bom com alguns dos sabores mais satisfatórios - e apelativos (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!) - do mercado. Além disso, os passeios em suas instalações em Waterbury são ridiculamente divertidos.

Vermont tem ótimos restaurantes. Sempre que fazemos a jornada de Nova York, nos deparamos com este enigma: café da manhã no característico e criativo Blue Benn de Bennington (torrada de pão de milho, rosquinhas de canela grelhadas) ou Chelsea Royal Diner ensolarado em West Brattleboro & aposs (café da manhã em frigideira Cajun)? Normalmente dividimos a diferença e paramos em ambos.

Você pode visitar pequenas fazendas fabulosas. Algumas das fazendas trabalhadoras que participam da rede Vermont Cheese Trail estão abertas aos visitantes, permitindo excelentes oportunidades para assistir à fabricação de queijos, encontrar os fazendeiros, misturar-se com animais adoráveis ​​e comprar queijo, é claro. Adoramos parar em Blue Ledge e Consider Bardwell, e não nos cansamos dos filhotes de cabras alpinas francesas da Fat Toad - fabricantes de caramelo de leite de cabra de dar água na boca - na primavera. (Verifique os sites da Web para obter informações sobre visitas.)

Vermont & aposs tem duas atrações agrícolas excelentes para crianças: Billings Farm & amp Museum e Shelburne Farms. Shelburne é uma propriedade de 1.400 acres com áreas projetadas por Frederick Olmsted, trilhas para caminhada e atividades infantis como ordenha de vacas e cabras, fiação de lã e coleta de ovos. Em Billings, explore a história agrícola de Vermont por meio de exibições interativas, visite animais em passeios de carroça e participe de programas como batedeira de manteiga e fabricação de sorvete. Pura diversão country!

Hardwick é a marca & quotTown That Food Saved. & Quot A antiga cidade de granito no Reino do Nordeste é um modelo do que pode acontecer quando negócios com ideias semelhantes - produtores de sementes, produtores de vegetais como Pete & aposs Greens, produtores de queijo como Jasper Hill e Claire & aposs, um dos primeiros restaurantes apoiados pela comunidade no país - se reúnem para construir uma economia local vibrante e sustentável.

Que outro estado pode se orgulhar de um passeio anual de Heiffers? Nenhum! O evento de junho de Brattleboro & aposs é uma experiência quintessencial em Vermont, uma celebração da comida local e fazendas com um desfile de cabras, galinhas, lhamas, porcos e, é claro, vacas. Além disso, existem palhaços.

Duas palavras: xarope de bordo. Apesar dos assaltos e das preocupações com as mudanças climáticas, o negócio do xarope de bordo está crescendo, e Vermont está liderando o grupo nos EUA, arrecadando mais de $ 40 milhões no ano passado. Além disso: é delicioso.

E falar de uma boa cerveja. Existem cervejarias de primeira linha (Magic Hat, The Alchemist e Hill Farmstead Brewery, recentemente eleita a melhor cervejaria do mundo, para citar apenas algumas), excelentes cervejarias artesanais (Blackback Pub, Three Penny Taproom) e muita diversão bares après-ski. Com mais cervejarias per capita do que qualquer outro estado, os Vermonters sabem o que está acontecendo.

Finalmente, seus restaurantes. Algumas experiências gastronômicas favoritas: Waterbury & aposs Hen of the Wood (em breve: um posto avançado de Burlington). Montpelier & aposs Salt Cafe. Simon Pearce de Quechee e aposs. Perkinsville & aposs Inn at Weathersfield (uma pousada gastronômica aconchegante e elegante). Seixo único de Burlington & aposs. West Glover & aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

Como qualquer Vermonter - ou qualquer pessoa que já pôs os pés no idílico Green Mountain State, aliás - pode atestar, Vermont é um lugar fabuloso. Além de sua abundância de cidades com campanários brancos de contos de fadas, pastagens bucólicas salpicadas de ovelhas, riachos límpidos e outras cenas dignas de Currier e Ives, posso acreditar e apostatar-realmente-que-lindo, Vermont também oferece uma vergonha de riquezas para o entusiasta da comida. Aqui estão algumas razões pelas quais nós da Epicurious o amamos.

Os Vermonters são pioneiros em alimentos e visionários. A volta ao movimento pela terra, sustentabilidade, locavorismo e, agora, talvez a rotulagem de OGM. Os Vermonters estavam fazendo isso muito antes de qualquer outra pessoa. E, de acordo com o Índice Locavore de 2013, há mais CSAs e mercados de produtores per capita aqui do que em qualquer outro estado. Até mesmo seus hospitais estão comprometidos em servir alimentos locais, sustentáveis ​​e saudáveis.

Vermont é para os amantes (de queijo). Embora Vermont seja bem conhecido por produzir alguns dos melhores cheddars do mundo (gostaríamos de saber como deixar você, Cabot Clothbound Cheddar), seus talentosos produtores artesanais de queijo elevaram a fasquia para o resto do país em uma ampla variedade de estilos de queijo . Alguns de nossos favoritos incluem o supernal creme de leite misturado (vaca e cabra) duplo Cremont da Vermont Butter & amp Cheese, Twig Farm & aposs leite de cabra cru semi-firme envelhecido Tomme, Jasper Hill & aposs com casca amanteigada florida pasteurizado leite de vaca Moses Sleeper e a Tarentaise de estilo alpino (leite de vaca cru envelhecido) da Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, é o lar do Rei Arthur Farinha. O segundo maior fabricante de farinha dos Estados Unidos é um modelo vivo de responsabilidade social. Uma corporação B certificada, a King Arthur é 100 por cento controlada por funcionários e se dedica a minimizar seu impacto ambiental, apoiando os negócios americanos e produzindo produtos de alta qualidade, como farinha de trigo mole com fermento, que muitos sulistas afirmam combinar, se não ultrapassar seu amado White Lírio.

Claro, temos que mencionar os ícones de Vermont Ben & amp Jerry. A dupla de sorvetes com consciência social pioneira fundou uma empresa que oferece um sorvete muito bom com alguns dos sabores mais satisfatórios - e apelativos (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!) - do mercado. Além disso, os passeios em suas instalações em Waterbury são ridiculamente divertidos.

Vermont tem ótimos restaurantes. Sempre que fazemos a jornada de Nova York, nos deparamos com este enigma: café da manhã no característico e criativo Blue Benn de Bennington (torrada de pão de milho, rosquinhas de canela grelhadas) ou Chelsea Royal Diner ensolarado em West Brattleboro & aposs (café da manhã em frigideira Cajun)? Normalmente dividimos a diferença e paramos em ambos.

Você pode visitar pequenas fazendas fabulosas. Algumas das fazendas trabalhadoras que participam da rede Vermont Cheese Trail estão abertas aos visitantes, permitindo excelentes oportunidades para assistir à fabricação de queijos, encontrar os fazendeiros, misturar-se com animais adoráveis ​​e comprar queijo, é claro. Adoramos parar em Blue Ledge e Consider Bardwell, e não nos cansamos dos filhotes de cabras alpinas francesas da Fat Toad - fabricantes de caramelo de leite de cabra de dar água na boca - na primavera. (Verifique os sites da Web para obter informações sobre visitas.)

Vermont & aposs tem duas atrações agrícolas excelentes para crianças: Billings Farm & amp Museum e Shelburne Farms. Shelburne é uma propriedade de 1.400 acres com áreas projetadas por Frederick Olmsted, trilhas para caminhada e atividades infantis como ordenha de vacas e cabras, fiação de lã e coleta de ovos. Em Billings, explore a história agrícola de Vermont por meio de exibições interativas, visite animais em passeios de carroça e participe de programas como batedeira de manteiga e fabricação de sorvete. Pura diversão country!

Hardwick é a marca & quotTown That Food Saved. & Quot A antiga cidade de granito no Reino do Nordeste é um modelo do que pode acontecer quando negócios com ideias semelhantes - produtores de sementes, produtores de vegetais como Pete & aposs Greens, produtores de queijo como Jasper Hill e Claire & aposs, um dos primeiros restaurantes apoiados pela comunidade no país - se reúnem para construir uma economia local vibrante e sustentável.

Que outro estado pode se orgulhar de um passeio anual de Heiffers? Nenhum! O evento de junho de Brattleboro & aposs é uma experiência quintessencial em Vermont, uma celebração da comida local e fazendas com um desfile de cabras, galinhas, lhamas, porcos e, é claro, vacas. Além disso, existem palhaços.

Duas palavras: xarope de bordo. Apesar dos assaltos e das preocupações com as mudanças climáticas, o negócio do xarope de bordo está crescendo, e Vermont está liderando o grupo nos EUA, arrecadando mais de $ 40 milhões no ano passado. Além disso: é delicioso.

E falar de uma boa cerveja. Existem cervejarias de primeira linha (Magic Hat, The Alchemist e Hill Farmstead Brewery, recentemente eleita a melhor cervejaria do mundo, para citar apenas algumas), excelentes cervejarias artesanais (Blackback Pub, Three Penny Taproom) e muita diversão bares après-ski. Com mais cervejarias per capita do que qualquer outro estado, os Vermonters sabem o que está acontecendo.

Finalmente, seus restaurantes. Algumas experiências gastronômicas favoritas: Waterbury & aposs Hen of the Wood (em breve: um posto avançado de Burlington). Montpelier & aposs Salt Cafe. Simon Pearce de Quechee e aposs. Perkinsville & aposs Inn at Weathersfield (uma pousada gastronômica aconchegante e elegante). Seixo único de Burlington & aposs. West Glover & aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

Como qualquer Vermonter - ou qualquer pessoa que já pôs os pés no idílico Green Mountain State, aliás - pode atestar, Vermont é um lugar fabuloso. Além de sua abundância de cidades com campanários brancos de contos de fadas, pastagens bucólicas salpicadas de ovelhas, riachos límpidos e outras cenas dignas de Currier e Ives, posso acreditar e apostatar-realmente-que-lindo, Vermont também oferece uma vergonha de riquezas para o entusiasta da comida. Aqui estão algumas razões pelas quais nós da Epicurious o amamos.

Os Vermonters são pioneiros em alimentos e visionários. A volta ao movimento pela terra, sustentabilidade, locavorismo e, agora, talvez a rotulagem de OGM. Os Vermonters estavam fazendo isso muito antes de qualquer outra pessoa. E, de acordo com o Índice Locavore de 2013, há mais CSAs e mercados de produtores per capita aqui do que em qualquer outro estado. Até mesmo seus hospitais estão comprometidos em servir alimentos locais, sustentáveis ​​e saudáveis.

Vermont é para os amantes (de queijo). Embora Vermont seja bem conhecido por produzir alguns dos melhores cheddars do mundo (gostaríamos de saber como deixar você, Cabot Clothbound Cheddar), seus talentosos produtores artesanais de queijo elevaram a fasquia para o resto do país em uma ampla variedade de estilos de queijo . Alguns de nossos favoritos incluem o supernal creme de leite misturado (vaca e cabra) duplo Cremont da Vermont Butter & amp Cheese, Twig Farm & aposs leite de cabra cru semi-firme envelhecido Tomme, Jasper Hill & aposs com casca amanteigada florida pasteurizado leite de vaca Moses Sleeper e a Tarentaise de estilo alpino (leite de vaca cru envelhecido) da Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, é o lar do Rei Arthur Farinha. O segundo maior fabricante de farinha dos Estados Unidos é um modelo vivo de responsabilidade social. Uma corporação B certificada, a King Arthur é 100 por cento controlada por funcionários e se dedica a minimizar seu impacto ambiental, apoiando os negócios americanos e produzindo produtos de alta qualidade, como farinha de trigo mole com fermento, que muitos sulistas afirmam combinar, se não ultrapassar seu amado White Lírio.

Claro, temos que mencionar os ícones de Vermont Ben & amp Jerry. A dupla de sorvetes com consciência social pioneira fundou uma empresa que oferece um sorvete muito bom com alguns dos sabores mais satisfatórios - e apelativos (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!) - do mercado. Além disso, os passeios em suas instalações em Waterbury são ridiculamente divertidos.

Vermont tem ótimos restaurantes. Sempre que fazemos a jornada de Nova York, nos deparamos com este enigma: café da manhã no característico e criativo Blue Benn de Bennington (torrada de pão de milho, rosquinhas de canela grelhadas) ou Chelsea Royal Diner ensolarado em West Brattleboro & aposs (café da manhã em frigideira Cajun)? Normalmente dividimos a diferença e paramos em ambos.

Você pode visitar pequenas fazendas fabulosas. Algumas das fazendas trabalhadoras que participam da rede Vermont Cheese Trail estão abertas aos visitantes, permitindo excelentes oportunidades para assistir à fabricação de queijos, encontrar os fazendeiros, misturar-se com animais adoráveis ​​e comprar queijo, é claro. Adoramos parar em Blue Ledge e Consider Bardwell, e não nos cansamos dos filhotes de cabras alpinas francesas da Fat Toad - fabricantes de caramelo de leite de cabra de dar água na boca - na primavera. (Verifique os sites da Web para obter informações sobre visitas.)

Vermont & aposs tem duas atrações agrícolas excelentes para crianças: Billings Farm & amp Museum e Shelburne Farms. Shelburne é uma propriedade de 1.400 acres com áreas projetadas por Frederick Olmsted, trilhas para caminhada e atividades infantis como ordenha de vacas e cabras, fiação de lã e coleta de ovos. Em Billings, explore a história agrícola de Vermont por meio de exibições interativas, visite animais em passeios de carroça e participe de programas como batedeira de manteiga e fabricação de sorvete. Pura diversão country!

Hardwick é a marca & quotTown That Food Saved. & Quot A antiga cidade de granito no Reino do Nordeste é um modelo do que pode acontecer quando negócios com ideias semelhantes - produtores de sementes, produtores de vegetais como Pete & aposs Greens, produtores de queijo como Jasper Hill e Claire & aposs, um dos primeiros restaurantes apoiados pela comunidade no país - se reúnem para construir uma economia local vibrante e sustentável.

Que outro estado pode se orgulhar de um passeio anual de Heiffers? Nenhum! O evento de junho de Brattleboro & aposs é uma experiência quintessencial em Vermont, uma celebração da comida local e fazendas com um desfile de cabras, galinhas, lhamas, porcos e, é claro, vacas. Além disso, existem palhaços.

Duas palavras: xarope de bordo. Apesar dos assaltos e das preocupações com as mudanças climáticas, o negócio do xarope de bordo está crescendo, e Vermont está liderando o grupo nos EUA, arrecadando mais de $ 40 milhões no ano passado. Além disso: é delicioso.

E falar de uma boa cerveja. Existem cervejarias de primeira linha (Magic Hat, The Alchemist e Hill Farmstead Brewery, recentemente eleita a melhor cervejaria do mundo, para citar apenas algumas), excelentes cervejarias artesanais (Blackback Pub, Three Penny Taproom) e muita diversão bares après-ski. Com mais cervejarias per capita do que qualquer outro estado, os Vermonters sabem o que está acontecendo.

Finalmente, seus restaurantes. Algumas experiências gastronômicas favoritas: Waterbury & aposs Hen of the Wood (em breve: um posto avançado de Burlington). Montpelier & aposs Salt Cafe. Simon Pearce de Quechee e aposs. Perkinsville & aposs Inn at Weathersfield (uma pousada gastronômica aconchegante e elegante). Seixo único de Burlington & aposs. West Glover & aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

Como qualquer Vermonter - ou qualquer pessoa que já pôs os pés no idílico Green Mountain State, aliás - pode atestar, Vermont é um lugar fabuloso. Além de sua abundância de cidades com campanários brancos de contos de fadas, pastagens bucólicas salpicadas de ovelhas, riachos límpidos e outras cenas dignas de Currier e Ives, posso acreditar e apostatar-realmente-que-lindo, Vermont também oferece uma vergonha de riquezas para o entusiasta da comida. Aqui estão algumas razões pelas quais nós da Epicurious o amamos.

Os Vermonters são pioneiros em alimentos e visionários. A volta ao movimento pela terra, sustentabilidade, locavorismo e, agora, talvez a rotulagem de OGM. Os Vermonters estavam fazendo isso muito antes de qualquer outra pessoa. E, de acordo com o Índice Locavore de 2013, há mais CSAs e mercados de produtores per capita aqui do que em qualquer outro estado. Até mesmo seus hospitais estão comprometidos em servir alimentos locais, sustentáveis ​​e saudáveis.

Vermont é para os amantes (de queijo). Embora Vermont seja bem conhecido por produzir alguns dos melhores cheddars do mundo (gostaríamos de saber como deixar você, Cabot Clothbound Cheddar), seus talentosos produtores artesanais de queijo elevaram a fasquia para o resto do país em uma ampla variedade de estilos de queijo . Alguns de nossos favoritos incluem o supernal creme de leite misturado (vaca e cabra) duplo Cremont da Vermont Butter & amp Cheese, Twig Farm & aposs leite de cabra cru semi-firme envelhecido Tomme, Jasper Hill & aposs com casca amanteigada florida pasteurizado leite de vaca Moses Sleeper e a Tarentaise de estilo alpino (leite de vaca cru envelhecido) da Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, é o lar do Rei Arthur Farinha. O segundo maior fabricante de farinha dos Estados Unidos é um modelo vivo de responsabilidade social. Uma corporação B certificada, a King Arthur é 100 por cento controlada por funcionários e se dedica a minimizar seu impacto ambiental, apoiando os negócios americanos e produzindo produtos de alta qualidade, como farinha de trigo mole com fermento, que muitos sulistas afirmam combinar, se não ultrapassar seu amado White Lírio.

Claro, temos que mencionar os ícones de Vermont Ben & amp Jerry. A dupla de sorvetes com consciência social pioneira fundou uma empresa que oferece um sorvete muito bom com alguns dos sabores mais satisfatórios - e apelativos (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!) - do mercado. Além disso, os passeios em suas instalações em Waterbury são ridiculamente divertidos.

Vermont tem ótimos restaurantes. Sempre que fazemos a jornada de Nova York, nos deparamos com este enigma: café da manhã no característico e criativo Blue Benn de Bennington (torrada de pão de milho, rosquinhas de canela grelhadas) ou Chelsea Royal Diner ensolarado em West Brattleboro & aposs (café da manhã em frigideira Cajun)? Normalmente dividimos a diferença e paramos em ambos.

Você pode visitar pequenas fazendas fabulosas. Algumas das fazendas trabalhadoras que participam da rede Vermont Cheese Trail estão abertas aos visitantes, permitindo excelentes oportunidades para assistir à fabricação de queijos, encontrar os fazendeiros, misturar-se com animais adoráveis ​​e comprar queijo, é claro. Adoramos parar em Blue Ledge e Consider Bardwell, e não nos cansamos dos filhotes de cabras alpinas francesas da Fat Toad - fabricantes de caramelo de leite de cabra de dar água na boca - na primavera. (Verifique os sites da Web para obter informações sobre visitas.)

Vermont & aposs tem duas atrações agrícolas excelentes para crianças: Billings Farm & amp Museum e Shelburne Farms. Shelburne é uma propriedade de 1.400 acres com áreas projetadas por Frederick Olmsted, trilhas para caminhada e atividades infantis como ordenha de vacas e cabras, fiação de lã e coleta de ovos. Em Billings, explore a história agrícola de Vermont por meio de exibições interativas, visite animais em passeios de carroça e participe de programas como batedeira de manteiga e fabricação de sorvete. Pura diversão country!

Hardwick é a marca & quotTown That Food Saved. & Quot A antiga cidade de granito no Reino do Nordeste é um modelo do que pode acontecer quando negócios com ideias semelhantes - produtores de sementes, produtores de vegetais como Pete & aposs Greens, produtores de queijo como Jasper Hill e Claire & aposs, um dos primeiros restaurantes apoiados pela comunidade no país - se reúnem para construir uma economia local vibrante e sustentável.

Que outro estado pode se orgulhar de um passeio anual de Heiffers? Nenhum! O evento de junho de Brattleboro & aposs é uma experiência quintessencial em Vermont, uma celebração da comida local e fazendas com um desfile de cabras, galinhas, lhamas, porcos e, é claro, vacas. Além disso, existem palhaços.

Duas palavras: xarope de bordo. Apesar dos assaltos e das preocupações com as mudanças climáticas, o negócio do xarope de bordo está crescendo, e Vermont está liderando o grupo nos EUA, arrecadando mais de $ 40 milhões no ano passado. Além disso: é delicioso.

E falar de uma boa cerveja. Existem cervejarias de primeira linha (Magic Hat, The Alchemist e Hill Farmstead Brewery, recentemente eleita a melhor cervejaria do mundo, para citar apenas algumas), excelentes cervejarias artesanais (Blackback Pub, Three Penny Taproom) e muita diversão bares après-ski. Com mais cervejarias per capita do que qualquer outro estado, os Vermonters sabem o que está acontecendo.

Finalmente, seus restaurantes. Algumas experiências gastronômicas favoritas: Waterbury & aposs Hen of the Wood (em breve: um posto avançado de Burlington). Montpelier & aposs Salt Cafe. Simon Pearce de Quechee e aposs. Perkinsville & aposs Inn at Weathersfield (uma pousada gastronômica aconchegante e elegante). Seixo único de Burlington & aposs. West Glover & aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

Como qualquer Vermonter - ou qualquer pessoa que já pôs os pés no idílico Green Mountain State, aliás - pode atestar, Vermont é um lugar fabuloso. Além de sua abundância de cidades com campanários brancos de contos de fadas, pastagens bucólicas salpicadas de ovelhas, riachos límpidos e outras cenas dignas de Currier e Ives, posso acreditar e apostatar-realmente-que-lindo, Vermont também oferece uma vergonha de riquezas para o entusiasta da comida. Aqui estão algumas razões pelas quais nós da Epicurious o amamos.

Os Vermonters são pioneiros em alimentos e visionários. A volta ao movimento pela terra, sustentabilidade, locavorismo e, agora, talvez a rotulagem de OGM. Os Vermonters estavam fazendo isso muito antes de qualquer outra pessoa. E, de acordo com o Índice Locavore de 2013, há mais CSAs e mercados de produtores per capita aqui do que em qualquer outro estado. Até mesmo seus hospitais estão comprometidos em servir alimentos locais, sustentáveis ​​e saudáveis.

Vermont é para os amantes (de queijo). Embora Vermont seja bem conhecido por produzir alguns dos melhores cheddars do mundo (gostaríamos de saber como deixar você, Cabot Clothbound Cheddar), seus talentosos produtores artesanais de queijo elevaram a fasquia para o resto do país em uma ampla variedade de estilos de queijo . Alguns de nossos favoritos incluem o supernal creme de leite misturado (vaca e cabra) duplo Cremont da Vermont Butter & amp Cheese, Twig Farm & aposs leite de cabra cru semi-firme envelhecido Tomme, Jasper Hill & aposs com casca amanteigada florida pasteurizado leite de vaca Moses Sleeper e a Tarentaise de estilo alpino (leite de vaca cru envelhecido) da Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, é o lar do Rei Arthur Farinha. O segundo maior fabricante de farinha dos Estados Unidos é um modelo vivo de responsabilidade social. Uma corporação B certificada, a King Arthur é 100 por cento controlada por funcionários e se dedica a minimizar seu impacto ambiental, apoiando os negócios americanos e produzindo produtos de alta qualidade, como farinha de trigo mole com fermento, que muitos sulistas afirmam combinar, se não ultrapassar seu amado White Lírio.

Claro, temos que mencionar os ícones de Vermont Ben & amp Jerry. A dupla de sorvetes com consciência social pioneira fundou uma empresa que oferece um sorvete muito bom com alguns dos sabores mais satisfatórios - e apelativos (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!) - do mercado. Além disso, os passeios em suas instalações em Waterbury são ridiculamente divertidos.

Vermont tem ótimos restaurantes. Sempre que fazemos a jornada de Nova York, nos deparamos com este enigma: café da manhã no característico e criativo Blue Benn da Bennington (torradas de pão de milho, rosquinhas de canela grelhadas) ou Chelsea Royal Diner ensolarado no West Brattleboro & aposs (café da manhã na frigideira Cajun)? Normalmente dividimos a diferença e paramos em ambos.

Você pode visitar pequenas fazendas fabulosas. Algumas das fazendas trabalhadoras que participam da rede Vermont Cheese Trail estão abertas aos visitantes, permitindo excelentes oportunidades para assistir à fabricação de queijos, conhecer os fazendeiros, misturar-se com animais adoráveis ​​e comprar queijo, é claro. Adoramos passar por Blue Ledge e Consider Bardwell, e não nos cansamos dos filhotes de cabras alpinas francesas da Fat Toad - fabricantes de caramelo de leite de cabra de dar água na boca - na primavera. (Verifique os sites da Web para obter informações sobre visitas.)

Vermont & aposs tem duas excelentes atrações agrícolas para crianças: Billings Farm & amp Museum e Shelburne Farms. Shelburne is a 1,400-acre estate with Frederick Olmsted-designed grounds, walking trails, and such kids&apos activities as cow and goat milking, wool spinning, and egg collecting. At Billings, explore Vermont&aposs agricultural history through interactive exhibits visit animals take wagon rides and participate in such programs as butter churning and ice cream making. Pure country fun!

Hardwick is the "Town That Food Saved." The former granite town in the Northeast Kingdom is a model of what can happen when like-minded businesses--seed producers, vegetable growers like Pete&aposs Greens, cheesemakers like Jasper Hill, and Claire&aposs, one of the first community-supported restaurants in the country--come together to build a vibrant, sustainable local economy.

What other state can boast an annual Strolling of the Heiffers? None! Brattleboro&aposs June event is a quintessential Vermont experience, a celebration of local food and farms featuring a parade of goats, chicken, llamas, pigs, and, of course, cows. Plus, there are clowns.

Two words: Maple syrup. Despite heists and climate change concerns, the maple syrup business is booming, and Vermont is leading the pack in the U.S., bringing in over $40 million last year. Also: It&aposs delicious.

And talk about good beer. There are top-tier breweries (Magic Hat, The Alchemist, and Hill Farmstead Brewery, recently named best brewery in the world, to name but a few), excellent craft beer brewpubs (Blackback Pub, Three Penny Taproom), and lots of fun apres-ski bars. With more brewers per capita than any other state, Vermonters know what&aposs up.

Finally, its restaurants. Some favorite dining experiences: Waterbury&aposs Hen of the Wood (coming soon: A Burlington outpost). Montpelier&aposs Salt Cafe. Quechee&aposs Simon Pearce. Perkinsville&aposs Inn at Weathersfield (a cozy, country-elegant culinary inn). Burlington&aposs Single Pebble. West Glover&aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

As any Vermonter--or just about anyone who has ever set foot in the idyllic Green Mountain State, for that matter--can attest, Vermont is a pretty fabulous place. Besides its abundance of storybook white-steepled towns, bucolic sheep-dappled pasturelands, babbling clear streams, and other Currier & Ives-worthy I-can&apost-believe-it&aposs-actually-that-gorgeous scenes, Vermont also offers an embarrassment of riches for the food enthusiast. Here are a few reasons we at Epicurious love it.

Vermonters are food pioneers and visionaries. The back to the land movement, sustainability, locavorism, and, now, perhaps GMO labeling. Vermonters were doing it long before just about anyone else. And, according to 2013 Locavore Index, there are more CSAs and farmers&apos markets per capita here than in any other state. Even its hospitals are committed to serving local, sustainable, healthy food.

Vermont is for (cheese) lovers. While Vermont is well known for producing some of the world&aposs best cheddars (we wish we knew how to quit you, Cabot Clothbound Cheddar), its talented artisanal cheesemakers have set the bar high for the rest of the country across a wide range of cheese styles. Some of our favorites include the supernal mixed-milk (cow and goat) double-cream Cremont from Vermont Butter & Cheese, Twig Farm&aposs semi-firm aged raw-goat-milk Tomme, Jasper Hill&aposs buttery bloomy-rind pasteurized-cow-milk Moses Sleeper, and the alpine-style Tarentaise (aged raw cow&aposs milk) from Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, is home to King Arthur Flour. The U.S.&aposs second-largest flour maker is a living, breathing paragon of social responsibility. A certified B Corporation, King Arthur is 100 percent employee-owned, dedicated to minimizing its environmental impact, supporting American business, and producing such high-quality products as a soft wheat self-rising flour many Southerners claim matches if not surpasses their beloved White Lily.

Of course, we have to mention Vermont icons Ben & Jerry. The trailblazing socially conscious ice cream duo founded a company that puts out darn good ice cream with some of the most satisfying--and compellingly named (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!)--flavors on the market. Plus, tours of their facility in Waterbury are ridiculously fun.

Vermont has great diners. Whenever we make the trek from New York, we are faced with this conundrum: breakfast at Bennington&aposs characterful and creative Blue Benn (cornbread French toast, grilled cinnamon doughnuts) or West Brattleboro&aposs sunny Chelsea Royal Diner (Cajun skillet breakfast)? Usually we split the difference and stop at both.

You can visit fabulous small farms. Some of the hardworking farms that participate in the Vermont Cheese Trail network are open to visitors, allowing for terrific opportunities to watch cheesemaking, meet the farmers, mingle with adorable animals, and buy cheese, of course. We love stopping in at Blue Ledge and Consider Bardwell, and can&apost get enough of the baby French alpine goats at Fat Toad--makers of mouthwatering goat-milk caramel--in the spring. (Check Web sites for visiting information.)

Vermont&aposs got two excellent kid-friendly agricultural attractions: Billings Farm & Museum and Shelburne Farms. Shelburne is a 1,400-acre estate with Frederick Olmsted-designed grounds, walking trails, and such kids&apos activities as cow and goat milking, wool spinning, and egg collecting. At Billings, explore Vermont&aposs agricultural history through interactive exhibits visit animals take wagon rides and participate in such programs as butter churning and ice cream making. Pure country fun!

Hardwick is the "Town That Food Saved." The former granite town in the Northeast Kingdom is a model of what can happen when like-minded businesses--seed producers, vegetable growers like Pete&aposs Greens, cheesemakers like Jasper Hill, and Claire&aposs, one of the first community-supported restaurants in the country--come together to build a vibrant, sustainable local economy.

What other state can boast an annual Strolling of the Heiffers? None! Brattleboro&aposs June event is a quintessential Vermont experience, a celebration of local food and farms featuring a parade of goats, chicken, llamas, pigs, and, of course, cows. Plus, there are clowns.

Two words: Maple syrup. Despite heists and climate change concerns, the maple syrup business is booming, and Vermont is leading the pack in the U.S., bringing in over $40 million last year. Also: It&aposs delicious.

And talk about good beer. There are top-tier breweries (Magic Hat, The Alchemist, and Hill Farmstead Brewery, recently named best brewery in the world, to name but a few), excellent craft beer brewpubs (Blackback Pub, Three Penny Taproom), and lots of fun apres-ski bars. With more brewers per capita than any other state, Vermonters know what&aposs up.

Finally, its restaurants. Some favorite dining experiences: Waterbury&aposs Hen of the Wood (coming soon: A Burlington outpost). Montpelier&aposs Salt Cafe. Quechee&aposs Simon Pearce. Perkinsville&aposs Inn at Weathersfield (a cozy, country-elegant culinary inn). Burlington&aposs Single Pebble. West Glover&aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

As any Vermonter--or just about anyone who has ever set foot in the idyllic Green Mountain State, for that matter--can attest, Vermont is a pretty fabulous place. Besides its abundance of storybook white-steepled towns, bucolic sheep-dappled pasturelands, babbling clear streams, and other Currier & Ives-worthy I-can&apost-believe-it&aposs-actually-that-gorgeous scenes, Vermont also offers an embarrassment of riches for the food enthusiast. Here are a few reasons we at Epicurious love it.

Vermonters are food pioneers and visionaries. The back to the land movement, sustainability, locavorism, and, now, perhaps GMO labeling. Vermonters were doing it long before just about anyone else. And, according to 2013 Locavore Index, there are more CSAs and farmers&apos markets per capita here than in any other state. Even its hospitals are committed to serving local, sustainable, healthy food.

Vermont is for (cheese) lovers. While Vermont is well known for producing some of the world&aposs best cheddars (we wish we knew how to quit you, Cabot Clothbound Cheddar), its talented artisanal cheesemakers have set the bar high for the rest of the country across a wide range of cheese styles. Some of our favorites include the supernal mixed-milk (cow and goat) double-cream Cremont from Vermont Butter & Cheese, Twig Farm&aposs semi-firm aged raw-goat-milk Tomme, Jasper Hill&aposs buttery bloomy-rind pasteurized-cow-milk Moses Sleeper, and the alpine-style Tarentaise (aged raw cow&aposs milk) from Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, is home to King Arthur Flour. The U.S.&aposs second-largest flour maker is a living, breathing paragon of social responsibility. A certified B Corporation, King Arthur is 100 percent employee-owned, dedicated to minimizing its environmental impact, supporting American business, and producing such high-quality products as a soft wheat self-rising flour many Southerners claim matches if not surpasses their beloved White Lily.

Of course, we have to mention Vermont icons Ben & Jerry. The trailblazing socially conscious ice cream duo founded a company that puts out darn good ice cream with some of the most satisfying--and compellingly named (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!)--flavors on the market. Plus, tours of their facility in Waterbury are ridiculously fun.

Vermont has great diners. Whenever we make the trek from New York, we are faced with this conundrum: breakfast at Bennington&aposs characterful and creative Blue Benn (cornbread French toast, grilled cinnamon doughnuts) or West Brattleboro&aposs sunny Chelsea Royal Diner (Cajun skillet breakfast)? Usually we split the difference and stop at both.

You can visit fabulous small farms. Some of the hardworking farms that participate in the Vermont Cheese Trail network are open to visitors, allowing for terrific opportunities to watch cheesemaking, meet the farmers, mingle with adorable animals, and buy cheese, of course. We love stopping in at Blue Ledge and Consider Bardwell, and can&apost get enough of the baby French alpine goats at Fat Toad--makers of mouthwatering goat-milk caramel--in the spring. (Check Web sites for visiting information.)

Vermont&aposs got two excellent kid-friendly agricultural attractions: Billings Farm & Museum and Shelburne Farms. Shelburne is a 1,400-acre estate with Frederick Olmsted-designed grounds, walking trails, and such kids&apos activities as cow and goat milking, wool spinning, and egg collecting. At Billings, explore Vermont&aposs agricultural history through interactive exhibits visit animals take wagon rides and participate in such programs as butter churning and ice cream making. Pure country fun!

Hardwick is the "Town That Food Saved." The former granite town in the Northeast Kingdom is a model of what can happen when like-minded businesses--seed producers, vegetable growers like Pete&aposs Greens, cheesemakers like Jasper Hill, and Claire&aposs, one of the first community-supported restaurants in the country--come together to build a vibrant, sustainable local economy.

What other state can boast an annual Strolling of the Heiffers? None! Brattleboro&aposs June event is a quintessential Vermont experience, a celebration of local food and farms featuring a parade of goats, chicken, llamas, pigs, and, of course, cows. Plus, there are clowns.

Two words: Maple syrup. Despite heists and climate change concerns, the maple syrup business is booming, and Vermont is leading the pack in the U.S., bringing in over $40 million last year. Also: It&aposs delicious.

And talk about good beer. There are top-tier breweries (Magic Hat, The Alchemist, and Hill Farmstead Brewery, recently named best brewery in the world, to name but a few), excellent craft beer brewpubs (Blackback Pub, Three Penny Taproom), and lots of fun apres-ski bars. With more brewers per capita than any other state, Vermonters know what&aposs up.

Finally, its restaurants. Some favorite dining experiences: Waterbury&aposs Hen of the Wood (coming soon: A Burlington outpost). Montpelier&aposs Salt Cafe. Quechee&aposs Simon Pearce. Perkinsville&aposs Inn at Weathersfield (a cozy, country-elegant culinary inn). Burlington&aposs Single Pebble. West Glover&aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

As any Vermonter--or just about anyone who has ever set foot in the idyllic Green Mountain State, for that matter--can attest, Vermont is a pretty fabulous place. Besides its abundance of storybook white-steepled towns, bucolic sheep-dappled pasturelands, babbling clear streams, and other Currier & Ives-worthy I-can&apost-believe-it&aposs-actually-that-gorgeous scenes, Vermont also offers an embarrassment of riches for the food enthusiast. Here are a few reasons we at Epicurious love it.

Vermonters are food pioneers and visionaries. The back to the land movement, sustainability, locavorism, and, now, perhaps GMO labeling. Vermonters were doing it long before just about anyone else. And, according to 2013 Locavore Index, there are more CSAs and farmers&apos markets per capita here than in any other state. Even its hospitals are committed to serving local, sustainable, healthy food.

Vermont is for (cheese) lovers. While Vermont is well known for producing some of the world&aposs best cheddars (we wish we knew how to quit you, Cabot Clothbound Cheddar), its talented artisanal cheesemakers have set the bar high for the rest of the country across a wide range of cheese styles. Some of our favorites include the supernal mixed-milk (cow and goat) double-cream Cremont from Vermont Butter & Cheese, Twig Farm&aposs semi-firm aged raw-goat-milk Tomme, Jasper Hill&aposs buttery bloomy-rind pasteurized-cow-milk Moses Sleeper, and the alpine-style Tarentaise (aged raw cow&aposs milk) from Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, is home to King Arthur Flour. The U.S.&aposs second-largest flour maker is a living, breathing paragon of social responsibility. A certified B Corporation, King Arthur is 100 percent employee-owned, dedicated to minimizing its environmental impact, supporting American business, and producing such high-quality products as a soft wheat self-rising flour many Southerners claim matches if not surpasses their beloved White Lily.

Of course, we have to mention Vermont icons Ben & Jerry. The trailblazing socially conscious ice cream duo founded a company that puts out darn good ice cream with some of the most satisfying--and compellingly named (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!)--flavors on the market. Plus, tours of their facility in Waterbury are ridiculously fun.

Vermont has great diners. Whenever we make the trek from New York, we are faced with this conundrum: breakfast at Bennington&aposs characterful and creative Blue Benn (cornbread French toast, grilled cinnamon doughnuts) or West Brattleboro&aposs sunny Chelsea Royal Diner (Cajun skillet breakfast)? Usually we split the difference and stop at both.

You can visit fabulous small farms. Some of the hardworking farms that participate in the Vermont Cheese Trail network are open to visitors, allowing for terrific opportunities to watch cheesemaking, meet the farmers, mingle with adorable animals, and buy cheese, of course. We love stopping in at Blue Ledge and Consider Bardwell, and can&apost get enough of the baby French alpine goats at Fat Toad--makers of mouthwatering goat-milk caramel--in the spring. (Check Web sites for visiting information.)

Vermont&aposs got two excellent kid-friendly agricultural attractions: Billings Farm & Museum and Shelburne Farms. Shelburne is a 1,400-acre estate with Frederick Olmsted-designed grounds, walking trails, and such kids&apos activities as cow and goat milking, wool spinning, and egg collecting. At Billings, explore Vermont&aposs agricultural history through interactive exhibits visit animals take wagon rides and participate in such programs as butter churning and ice cream making. Pure country fun!

Hardwick is the "Town That Food Saved." The former granite town in the Northeast Kingdom is a model of what can happen when like-minded businesses--seed producers, vegetable growers like Pete&aposs Greens, cheesemakers like Jasper Hill, and Claire&aposs, one of the first community-supported restaurants in the country--come together to build a vibrant, sustainable local economy.

What other state can boast an annual Strolling of the Heiffers? None! Brattleboro&aposs June event is a quintessential Vermont experience, a celebration of local food and farms featuring a parade of goats, chicken, llamas, pigs, and, of course, cows. Plus, there are clowns.

Two words: Maple syrup. Despite heists and climate change concerns, the maple syrup business is booming, and Vermont is leading the pack in the U.S., bringing in over $40 million last year. Also: It&aposs delicious.

And talk about good beer. There are top-tier breweries (Magic Hat, The Alchemist, and Hill Farmstead Brewery, recently named best brewery in the world, to name but a few), excellent craft beer brewpubs (Blackback Pub, Three Penny Taproom), and lots of fun apres-ski bars. With more brewers per capita than any other state, Vermonters know what&aposs up.

Finally, its restaurants. Some favorite dining experiences: Waterbury&aposs Hen of the Wood (coming soon: A Burlington outpost). Montpelier&aposs Salt Cafe. Quechee&aposs Simon Pearce. Perkinsville&aposs Inn at Weathersfield (a cozy, country-elegant culinary inn). Burlington&aposs Single Pebble. West Glover&aposs Parker Pie Company.


The Epicurious Blog

As any Vermonter--or just about anyone who has ever set foot in the idyllic Green Mountain State, for that matter--can attest, Vermont is a pretty fabulous place. Besides its abundance of storybook white-steepled towns, bucolic sheep-dappled pasturelands, babbling clear streams, and other Currier & Ives-worthy I-can&apost-believe-it&aposs-actually-that-gorgeous scenes, Vermont also offers an embarrassment of riches for the food enthusiast. Here are a few reasons we at Epicurious love it.

Vermonters are food pioneers and visionaries. The back to the land movement, sustainability, locavorism, and, now, perhaps GMO labeling. Vermonters were doing it long before just about anyone else. And, according to 2013 Locavore Index, there are more CSAs and farmers&apos markets per capita here than in any other state. Even its hospitals are committed to serving local, sustainable, healthy food.

Vermont is for (cheese) lovers. While Vermont is well known for producing some of the world&aposs best cheddars (we wish we knew how to quit you, Cabot Clothbound Cheddar), its talented artisanal cheesemakers have set the bar high for the rest of the country across a wide range of cheese styles. Some of our favorites include the supernal mixed-milk (cow and goat) double-cream Cremont from Vermont Butter & Cheese, Twig Farm&aposs semi-firm aged raw-goat-milk Tomme, Jasper Hill&aposs buttery bloomy-rind pasteurized-cow-milk Moses Sleeper, and the alpine-style Tarentaise (aged raw cow&aposs milk) from Spring Brook Farm.

Norwich, Vermont, is home to King Arthur Flour. The U.S.&aposs second-largest flour maker is a living, breathing paragon of social responsibility. A certified B Corporation, King Arthur is 100 percent employee-owned, dedicated to minimizing its environmental impact, supporting American business, and producing such high-quality products as a soft wheat self-rising flour many Southerners claim matches if not surpasses their beloved White Lily.

Of course, we have to mention Vermont icons Ben & Jerry. The trailblazing socially conscious ice cream duo founded a company that puts out darn good ice cream with some of the most satisfying--and compellingly named (Cherry Garcia! Imagine Whirled Peace!)--flavors on the market. Plus, tours of their facility in Waterbury are ridiculously fun.

Vermont has great diners. Whenever we make the trek from New York, we are faced with this conundrum: breakfast at Bennington&aposs characterful and creative Blue Benn (cornbread French toast, grilled cinnamon doughnuts) or West Brattleboro&aposs sunny Chelsea Royal Diner (Cajun skillet breakfast)? Usually we split the difference and stop at both.

You can visit fabulous small farms. Some of the hardworking farms that participate in the Vermont Cheese Trail network are open to visitors, allowing for terrific opportunities to watch cheesemaking, meet the farmers, mingle with adorable animals, and buy cheese, of course. We love stopping in at Blue Ledge and Consider Bardwell, and can&apost get enough of the baby French alpine goats at Fat Toad--makers of mouthwatering goat-milk caramel--in the spring. (Check Web sites for visiting information.)

Vermont&aposs got two excellent kid-friendly agricultural attractions: Billings Farm & Museum and Shelburne Farms. Shelburne is a 1,400-acre estate with Frederick Olmsted-designed grounds, walking trails, and such kids&apos activities as cow and goat milking, wool spinning, and egg collecting. At Billings, explore Vermont&aposs agricultural history through interactive exhibits visit animals take wagon rides and participate in such programs as butter churning and ice cream making. Pure country fun!

Hardwick is the "Town That Food Saved." The former granite town in the Northeast Kingdom is a model of what can happen when like-minded businesses--seed producers, vegetable growers like Pete&aposs Greens, cheesemakers like Jasper Hill, and Claire&aposs, one of the first community-supported restaurants in the country--come together to build a vibrant, sustainable local economy.

What other state can boast an annual Strolling of the Heiffers? None! Brattleboro&aposs June event is a quintessential Vermont experience, a celebration of local food and farms featuring a parade of goats, chicken, llamas, pigs, and, of course, cows. Plus, there are clowns.

Two words: Maple syrup. Despite heists and climate change concerns, the maple syrup business is booming, and Vermont is leading the pack in the U.S., bringing in over $40 million last year. Also: It&aposs delicious.

And talk about good beer. There are top-tier breweries (Magic Hat, The Alchemist, and Hill Farmstead Brewery, recently named best brewery in the world, to name but a few), excellent craft beer brewpubs (Blackback Pub, Three Penny Taproom), and lots of fun apres-ski bars. With more brewers per capita than any other state, Vermonters know what&aposs up.

Finally, its restaurants. Some favorite dining experiences: Waterbury&aposs Hen of the Wood (coming soon: A Burlington outpost). Montpelier&aposs Salt Cafe. Quechee&aposs Simon Pearce. Perkinsville&aposs Inn at Weathersfield (a cozy, country-elegant culinary inn). Burlington&aposs Single Pebble. West Glover&aposs Parker Pie Company.


Assista o vídeo: 2009 Vermont Brewers Festival (Outubro 2021).